18 abril 2013

TEMPO DE COMPARTILHAR - AGOSTO 2013

As atividades sugeridas para cada semana,  podem ser adaptadas de acordo com as necessidades de sua classe.
 
Abaixo de cada uma das semanas, estará disponível todo o material da semana em um só arquivo em pdf, se você desejar baixar.

E finalmente, após a última semana, alguns desenhos para colorir, caso tenha muitas crianças pequenas na classe, pois assim, elas estarão ligadas ao tema, mesmo não estando fazendo as demais atividades, pois os desenhos estão seguindo o tema do mês. 


Agosto - O Pai Celestial ouve e responde 
minhas orações

Semana 1: As escrituras me ensinar a orar.
Música Oração de uma Criança
Escritura: D&C 112:10
Lição: Enos e o Poder da Oração

Enos tinha um pai justo, que lhe ensinou sobre o poder da oração. Um dia, enquanto Enos foi a floresta para caçar, ele começou a se sentir mal por pecados que ele havia cometido. Ele sentiu então um desejo de orar.
"E a minha alma faminta e ajoelhei-me ante o meu Criador e clamei-lhe, em fervorosa oração e súplica, por minha própria alma" (Enos 1:4).
Enos teve um desejo de receber o perdão por seus pecados que ele implorou ao Senhor todo o dia e toda a noite. Finalmente, uma voz veio a ele, dizendo: "Enos, perdoados são os teus pecados, e tu serás abençoado" (Enos 1:5).
Mesmo depois de Enos recebeu o perdão de seus pecados, ele permaneceu de joelhos, implorando ao Senhor, não para si mesmo agora, mas para o resto dos nefitas.
"E enquanto estava assim lutando no espírito, eis que a voz do Senhor veio em minha mente outra vez, dizendo: Visitarei teus irmãos segundo a sua diligência em guardar os meus mandamentos" (Enos 1:10). Enos continuou a orar, desta vez para os lamanitas, os inimigos de seu povo. Enos ficou muito perto do Pai Celestial por sua vontade de derramar sua alma em oração.
Como Enos, nóspodems chegar mais perto do Pai Celestial e de Jesus Cristo através de nossas orações. Nós, também, podemos ser perdoados de nossos pecados quando seguimos os passos necessários de arrependimento e pedimos ao Pai Celestial para nos perdoar.
De sete anos de idade, Craig Parker de Utah, adquiriu um testemunho a respeito da oração no processo de arrependimento. Um dia, enquanto ele estava jogando, ele disse uma palavra que ele sabia que estava errado. Ele se sentiu muito mal depois. "Em nossa casa e na igreja eu aprendi sobre Jesus, e sei que Ele não quer que eu diga esta palavra".
Craig decidiu se ajoelhar e orar por perdão. "Eu cruzei os braços e disse ao Pai Celestial que estava arrependido por ter dito essa palavra. Eu me senti melhor depois de orar. Eu soube que o Pai Celestial me perdoou, e eu nunca mais disse aquela palavra de novo. "

Atividade 1: Enos e o Poder da Oração – Pinte as figuras ou peça as crianças que pintem, cole numa cartolina, recorte e conte a história de Enos usando as figuras.

 
Atividade 2: Pelo que posso orar - Dê uma cópia da imagem para cada criança, onde eles possam desenhar a si mesmo no primeiro quadro e no penúltimo quadro, orar pelas pessoas que eles irão completar neste quadro. Então montar o livreto, furando nos lugares indicados e amarrando com fio ou barbante.

Semana 2 : O Pai Celestial quer que eu ore a Ele frequentemente — em todos os momentos, em todos os lugares.
Música Oração de uma Criança
Escritura:
Alma 34:21-27
Lição:
Pai Celestial ouve e responde às orações

O Pai Celestial nos ama e nos quer orando para ele. Podemos orar a Ele a qualquer hora, não importa onde estamos. Ele ouve e responde as nossas orações.
Charlotte Clark tinha apenas seis anos de idade, quando sua família saiu de Nauvoo, Illinois, para viajar para o oeste de Salt Lake Valley. Foi um longo, longo caminho para andar. Charlotte caminhou tanto que gastou seu único par de sapatos. Toda noite, quando Charlotte se ajoelhou para orar, ela pediu ao Pai Celestial por um par de sapatos.
Um dia, Charlotte e sua irmã estavam colhendo frutos quando Charlotte viu um par de sapatos. Ela e sua irmã correram de volta para sua mãe e seu pai, dizendo: "O Pai Celestial enviou-me sapatos, e eles se encaixam perfeitamente!". O Pai de Charlotte estava preocupado que os sapatos pertenciam a alguém que tinha perdido. Ele disse a Charlotte que se os sapatos pertenciam a alguém em seu vagão de trem, ela deveria devolver os sapatos para seu dono. A Família de Charlotte mostrou os sapatos para todo mundo, mas ninguém disse ser seu. A oração de Charlotte foi respondida.
Pai Celestial responde nossas orações. As respostas podem não ser sempre o que esperamos, mas Ele vai responder da maneira que é melhor para nós. Podemos orar a Ele a qualquer hora, em qualquer lugar.

Atividade 1: Quando eu Orar - Corte os cartões e cole-os em cartolina. Colorir as imagens dos cartões três e seis. No cartão de quatro, tirar foto ou desenhas uma coisa pela qual você é grato. No cartão de cinco, desenhar coisas com as quais você gostaria que o Pai Celestial o abençoe. Faça um bloquinho, furando nos locais indicador e amarre com fio ou barbate, para lembrá-lo das partes básicas de uma oração.

 
Atividade 2: Quando eu começar a orar - Cortar as peças do boneco de papel. Fazer pequenos furos nos lugares marcados com Xs e depois juntar as partes do corpo com alfinete ou similar. Cortar buracos na cabeça. Exceto a parte dos olhos(ver ilustração). Insira o papel com a guia na parte superior da abertura em frente à parte do olho. Levante o papel para cima e para baixo para abrir e fechar os olhos.

 



Semana 3: O Pai Celestial responde as orações de várias maneiras.
Música Oração de uma Criança
Escritura:
Escritura: D&C 6:22-23
Lição: O Pai Celestial responde minhas orações de acordo com a sua vontade
- Élder Richard G. Scott

O Pai Celestial sempre ouve suas orações e vai respondê-las. No entanto, Suas respostas raramente virão enquanto você estiver de joelhos orando, mesmo quando você queira para uma resposta imediata. Ao contrário, Ele irá responder a você nos momentos calmos.
Raramente você vai receber uma resposta completa de uma só vez. Virá um pedaço de cada vez, em pacotes. Como cada parte é seguida com fé, você será levado para outras partes até que você tenha a resposta completa.
Seja grato que às vezes Deus permite que você lute por um longo tempo antes que a resposta venha. Assim você vai crescer esua fé aumentará.
É difícil quando a oração sincera sobre algo que você deseja muito não é respondida da maneira que quer. Sua vida será mais fácil quando você aceitar que o que Deus faz em sua vida é para o seu bem eterno.
Atividade 1: Pai Celestial ouve e responde às orações - Para lembrar das partes da oração, cortar as figuras sobre as linhas grossas. Dobre nas linhas pontilhadas na figura maior e cole de forma que fique como um triângulo. Na faixa estreita, escreva nas linhas algumas coisas que você é grato e algumas bênçãos pelas quais você tem orado. Deslize a estreita faixa no interior da peça dobrada. Você poderia colocar este lembrete ao lado da sua cama para lembrá-lo de orar antes de ir para a cama e também para lembrá-lo de orar pela manhã.




Semana 4: O Pai Celestial responde as orações de várias maneiras.
Música Oração de uma Criança
Escritura: Mosias 27:14
Lição: Alma, o filho

Alma, o filho, muitas vezes ouviu seu pai, Alma, ensinava as pessoas a amarem a Deus e guardar os mandamentos. Mas ele realmente não queria escutar, pois ele não se importava em ser humilde, nem em ajudar seus vizinhos. Ele não queria ir à igreja para adorar a Deus. Havia muitos dos jovens na época, que não acreditava nas palavras de seus pais, eles não seriam batizados, não se uniriam a verdadeira igreja de Cristo.
Alma, o filho, era um bom orador, e com sua palavras doces e elogios ele convenceu o coração das pessoas e levou muitos deles para longe da Igreja. Ele tinha quatro amigos, os filhos de Mosias, que se sentiam como ele fez. Com Alma como seu líder, encontraram entusiasmo em fazer o errado.
O Senhor amava Alma e seus amigos, mas ele não gostava das coisas que eles estavam fazendo. Um dia, quando eles estavam planejando secretamente de destruir a igreja de Deus e afastar o povo do Senhor, um anjo apareceu a eles. O anjo desceu como se fosse em uma nuvem, e ele falou com uma voz de trovão, que fez tremer a terra onde eles estavam. E tão grande foi o seu assombro que caíram por terra e não conseguia entender o que foi dito a eles. O anjo chamado novamente, "Alma, levante-se e ouça! Por que persegues a igreja de Deus? "
Alma não podia dizer nada. O anjo continuou: "O Senhor ouviu as orações de seu povo e também as orações de seu pai, Alma, que pediu com muita fé que você pudesse conhecer a verdade. Para este fim, eu vim para convencê-lo do poder e da autoridade de Deus, que as orações de seus servos possam ser respondidas de acordo com sua fé. Agora, como você pode disputar o poder de Deus? Eu sou enviado dele para dizer-lhe para mudar seus caminhos e procuram não mais destruir a igreja "
Alma e os outros com ele cairam novamente por a terra, o espanto de Alma foi tão grande que ele tornou-se mudo e não conseguia abrir a boca. E ficou tão fraco que não conseguia sequer mexer as mãos. Seus amigos o levantaram e levaram-no, impotente, à sua casa. Lá eles o colocaram ante seu pai e disseram tudo o que tinha acontecido com eles. O pai se alegrou, pois sabia que tudo o que aconteceu foi por causa do poder de Deus.
Em seguida, Alma, o pai, chamou a todo o povo para que eles pudessem ver o que o Senhor tinha feito para seu filho e para aqueles que estavam com ele. E o povo e os sacerdotes jejuaram e oraram para que o Senhor abençoasse Alma, o filho, que abrisse a boca para que ele pudesse falar, e também que seus membros pudessem receber força, que os olhos do povo pudessem ser abertos para ver e saber da bondade e da glória de Deus.
Depois de dois dias e duas noites Alma levantou-se e começou a falar. E ele disse: "Eu rejeitei o meu Redentor e neguei as verdades ensinadas por nossos pais, mas arrependi-me de meus pecados e voltei das trevas para a luz. O Senhor se lembra de cada criatura de sua criação, e ele é Deus. "
A partir deste momento em Alma e os quatro filhos de Mosias se tornaram missionários. Eles levaram muitos ao conhecimento da verdade e declararam a todas as pessoas que Deus vive!

Atividade 1: Eu posso receber respostas à oração - Cortar as formas, montar cada um em papel grosso.. Perfurar um furo no topo de cada forma e, em seguida, passar fio ou barbante de diferentes comprimentos através dos furos. Amarre-as em lugares diferentes em um cabide de arame, dobrado ou algo similar, para fazer como se fosse um móbile. Pendurar o lembrete em seu quarto.


Atividade 2: O que devo dizer quando oro – Pinte as imagens e corte-as. Cole cada título em pedaço de papel colorido. Pense onde você acha cada imagem e palavras se encaixa de acordo com o título, se a imagem ou palavra é algo pelo que você é grato, ou é algo que você pode pedir uma bênção? Algumas imagens podem ter a ver com mais de um título. Adicionar os seus próprios desenhos caso você pense em algumas outras coisas.




DESENHOS PARA COLORIR




Postar um comentário